domingo, 2 de abril de 2017

Poesia no Jardim de Infância

A "semana da leitura" neste jardim de infância foi vivida com algumas leituras novas, citação de poesia pelas educadoras que nesses dias interagiram com as crianças, dramatização de um poema e com um dia muito significativo para as crianças. Estas propuseram um jogo para as famílias: "faz de conta que é um restaurante que tem várias comidas e vários sabores; os pais escolhem uma comida e calha-lhes uma poesia para lerem" 
Mãos à obra para operacionalizar o jogo. Para simplificar criámos apenas um lanche com bolachas feitas por nós e cinco sabores diferentes; cada sabor correspondia a alguns poemas, devidamente assinalados com o código de cor preestabelecido com as crianças. 
Receita das bolachas:
Ingredientes:
- 200g de farinha de trigo;
- 100gr de açúcar; 
- 100gr de Manteiga (ou margarina);
- 1 ovo: um pouco de fermento em pó;
-  para alternar o sabor,  utilizar raspas de laranja, de limão, pó de canela, chocolate em pó, côco ralado ou outro, conforme a imaginação.



 
 E assim aconteceu 
video
Passo a passo a educação acontece, com a colaboração das famílias. 

domingo, 19 de março de 2017

Dias que se destacam


Temos vindo a explorar na expressão plástica, sob o pretexto de alguns temas que nos dizem muito ao coração, algumas técnicas que nos dão prazer descobrir. 
Um desses temas é o "Dia do Pai". Oferecer aos pais um presente implica fazer alguma coisa que a criança goste de fazer, mas que também agrade à pessoa que vai receber. Decidimos oferecer fotos manipuladas pelas crianças, com tintas produzidas a partir de canetas de feltro inutilizadas e reaproveitadas. As crianças gostam naturalmente de explorar as várias cores e para isso foram-lhes disponibilizadas várias fotos a preto e branco, em vários formatos, que posteriormente foram utilizadas em várias composições.


O Lanche do Senhor Verde

de Javier Saez Castan; Tradução: José Colaço Barreiros

    Recontamos a história "O lanche do Senhor Verde", contada inicialmente pela animadora Patrícia Martins, onde aliado ao medo, à coragem e à atitude colaborativa, se verifica um forte apelo à multiculturalidade e à diversidade:



A partir dela criámos um trabalho plástico coletivo, utilizando um conjunto de fotos manipuladas pelas crianças e que será exposto na escola sede do Agrupamento, junto com outros trabalhos alusivos ao mesmo tema.


 
Num Mundo colorido é mais divertido! 
 

 
As nossas carinhas para a festa do Agrupamento





 

Enquanto todas as etapas destes trabalhos foram sendo efetuadas, a sala e o espaço exterior serviram para jogar, brincar com os amigos, marcar presenças diárias e dar os "Bons Dias" e até tivemos cá a companhia da educadora Leonor, a contar histórias divertidas, a jogar e a brincar connosco.

                 
 
 

 Tabela semanal de presenças





  

 
 


   Dia do PAI


Algumas histórias escolhidas para abordar este assunto

            

       
Dia do pai todos os pais são diferentes de Teresa Ramos

Conversamos sobre os nossos Pais:
"O meu pai é bom"
"O meu pai tem cavalos"
"O meu pai tem coelhos; ele é bonito"
" O meu pai não mora comigo, mora com uma avó"
"O meu pai gosta de mim"
"O meu pai mora comigo e às vezes brinca comigo"
"Eu ajudo o meu pai a fazer coisas"
"O meu pai mora comigo e tem um cão"
O meu pai mora comigo e tem dois cães"
"O meu pai tem outra família"
"O meu pai tem um peixe num aquário"
"Eu ajudo o meu pai a fazer trabalhos"
"Às vezes o meu pai dorme num apartamento porque está a trabalhar longe"
"Eu às vezes vou dormir a casa do meu pai; ele tem outra família"
"O meu pai adora-me; eu gosto muito do meu pai" 
"O meu pai adora-me porque eu ajudo-o no trabalho, a tirar cafés"
"O meu pai gosta de mim; não está cá, está longe a trabalhar"
" O meu pai é muito brincalhão"
"Eu ajudo o meu pai; moro com o meu pai há pouco tempo"

Os presentes preparados para o Grande Dia, cada um com as cores escolhidas.



A NÃO ESQUECER
(recado das crianças) 

Eu adoro o Meu Pai!
O Meu Pai adora-me... e vai adorar-me sempre!